Triângulo Pisos de Madeira - Inglês Triângulo Pisos de Madeira - Espanhol

Pisos de Madeira, Pisos Laminados, Pisos Vinílicos LVT

Central de Vendas (Todo o Brasil) : 0800 605-5113
Vendas em Curitiba PR : (41) 2106-5198 | Mais Cidades
Pisos Laminados

Como instalar Pisos Laminados


INSTALAÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA INSTALAÇÃO DOS PISOS LAMINADOS TRIÂNGULO


Recomendações e Responsabilidades
  • Os serviços de colocação devem ser confiados a profissionais instaladores de pisos com experiência, os quais devem ler e adotar as orientações desse guia, uma vez que elas definem as responsabilidades pela execução bem sucedida da obra.

  • Cabem ao instalador e ao comprador observar os seguintes requisitos:

  • Antes de Iniciar a Instalação

    Os serviços de colocação devem ser iniciados somente após cuidadosa vistoria do ambiente, do material recebido e do planejamento da execução.

  • Para evitar danos ao piso, sua colocação deve ser feita como complemento final da obra, depois de encerradas as demais instalações: pintura, gesso, elétrica, esquadrias e móveis planejados;

  • Este piso não pode ser instalado em ambientes sujeitos à lavagem ou derramamentos de água (banheiros, cozinhas, lavanderias) e em áreas externas ou passíveis de serem molhadas;

  • É exigido nas instalações:
  • - Um espaço mínimo de 12 mm junto às paredes ou quaisquer obstáculos (colunas, móveis fixos, tubulações, etc.) para o trabalho de dilatação do piso mediante as variações de temperatura e umidade ambiente;

    - A colocação de junta de dilatação nas portas e passagens para outros cômodos;

    - A colocação de juntas de dilatação em ambientes maiores que 100 m², dividindo em partes o ambiente;

    - A colocação de perfil de transição nos locais onde encontra com outro tipo de piso.

  • Definir o padrão ou desenho da instalação:
  • - Paralelo regular: as peças são dispostas paralelamente às paredes, de preferência no sentido maior ou do corredor, alinhando juntas de topo em fileiras alternadas (como tijolos);

    - Paralelo irregular: da mesma forma paralela, sem guardar alinhamento dos encaixes de topo;

    - Diagonal: em ângulo de 45° com as paredes. Pode ser regular ou irregular.

  • Nos ambientes que receberão móveis planejados/embutidos o piso deverá ser instalado após a sua colocação. Não pode ficar sob os móveis, os quais “travam” o piso, impedindo sua livre expansão/contração. O acabamento pode ser feito com rodapé, cordão ou perfil piso-parede, acessórios disponíveis na Triângulo , deixando o espaço de dilatação de 12 mm recomendado;

  • No caso de instalação de divisórias o piso não deve ficar sob a parede;

  • Após abertas as caixas, instalar imediatamente, evitando deixar peças desembaladas por muitas horas, de um dia para outro, por exemplo;

  • Durante o trabalho, o instalador deve vistoriar o material em cada caixa que abre. Embora o produto passe por rigoroso controle de qualidade, se for encontrada alguma peça com defeito/danificada não deve ser instalada;

  • Contrapiso: a base sobre a qual será instalado o Piso Laminado Triângulo é de importância decisiva para a aparência, desempenho e durabilidade do produto.

  • Tipos de contrapiso e suas condições:

  • Tipo Condições
    Cimentado Regularizado e nivelado, firme sem areia solta ou quebradiço. Isento de infiltrações de água/umidade.
    Cerâmicas: porcelanatos e lajotas Regularizados e nivelados, sem peças quebradas ou soltas. Isentos de infiltrações de água/umidade.
    Mármores e granitos polidos Mesmas condições das cerâmicas
    Marmorite e granilite polidos Mesmas condições das cerâmicas
    Pisos de madeira Regulares e nivelados. A madeira deve estar seca e livre de cupins e infiltrações de água/umidade. Não deve ser instalado sobre pisos de madeira em pavimentos térreos.
    Carpetes e forrações Não recomendável. Devem ser retirados

    Observações:

    a) Cada situação deve ser avaliada tecnicamente. Em casos de instalação sobre outros tipos de material ou de dúvidas, consultar a Triângulo.

    b) O Piso Laminado Triângulo é um piso “flutuante”. Sua instalação é feita sobre manta recomendada e disponibilizada pela Triângulo a qual deve cobrir toda a área.

    Preparação do Contrapiso

    A adequação da base é fundamental para a correta instalação, exigindo cuidado para que :

  • O contrapiso fique firme, evitando a movimentação vertical do piso quando submetido à cargas – principalmente ao tráfego – cuja percepção é desagradável além de produzir ruídos (rangido);

  • Não tenha movimentação horizontal, com deslocamento das peças, abrindo as juntas;

  • Não ocorra atrito com detritos que não foram removidos;

  • Fique isento de umidade que pode causar danos ao piso, além de produzir mofo e mau cheiro no ambiente;

  • Esteja limpo antes de iniciar a instalação. Usar vassoura e/ou aspirador de pó, removendo detritos e poeira.

  • Sobre Cimentado ou Concreto

  • Qualidade do revestimento de cimento: caso o material seja fraco, esfarelando com facilidade ou quebradiço deve haver correção com massa de cimento com espessura suficiente para dar consistência, regularizar e nivelar. Não usar nata de PVA para essa finalidade.

  • Umidade: de forma especial, pavimentos térreos estão sujeitos a infiltração ascendente proveniente do solo. A verificação de existência de umidade pode ser feita pelo método do plástico colado sobre o contrapiso por 24 horas ou com equipamento de medida de umidade em concreto. O máximo admitido é 4%. Caso necessário deve ser feita a impermeabilização;

  • Independentemente da aparência de piso seco ou do resultado do teste do plástico, a colocação de filme plástico para retenção da umidade é obrigatória em pavimentos térreos, mesmo depois de impermeabilização;
  • Regularização: ondulações não podem ultrapassar 3 mm numa extensão de 1,5m. Caso necessário regularizar com massa de cimento.
  • Em obras novas são comuns saliências ou ressaltos de cimento mal regularizado. Ocorrem principalmente junto às paredes e devem ser removidas com auxílio de formão/talhadeira.

  • Sobre Cerâmicas, Mármores, Granitos, Marmorite, Granilite:

  • Peças soltas, quebradas ou faltantes: fixar e preencher eventuais cavidades;

  • Umidade: em pavimentos térreos, principalmente, verificar sinais de umidade através das juntas/rejunte. Usar filme plástico.

  • Sobre Pisos de Madeira:

  • Taco e parquet: colar peças soltas e retirar peças apodrecidas preenchendo os espaços. Se houver cupins, providenciar a dedetização com empresa especializada. Para evitar estufamento, fazer cortes com serra circular a cada 50 cm para facilitar a dilatação e ventilação;

  • Assoalho de madeira ou tábua corrida: quando fixadas diretamente sobre o contrapiso fazer cortes a cada 50 cm para dilatação e ventilação. No caso de existência de cupins, fazer dedetização com empresa especializada;

  • Carpete de madeira: caso tenha sido instalado flutuante sobre manta, deve ser retirado. Se estiver colado, firme, sem apodrecimentos ou sinais de umidade realizar o mesmo procedimento de cortes para dilatação e ventilação;

  • Em pavimentos térreos o piso de madeira deve ser retirado e a laje de concreto preparada conforme recomendado no item de preparação de cimentado.

  • Materiais Necessários:
  • Piso na quantidade em m² calculada para a obra com adicional de 10% necessário para cobrir as perdas com os recortes e para eventuais futuras substituições de peças danificadas por acidentes. No caso de sobras, é recomendável que o comprador guarde o material em local seco e protegido.

  • Manta de polietileno necessária a cobrir toda a área, com adicional de 10%;

  • Filme plástico virgem de 0,2mm de espessura para pavimentos térreos ou para prevenção de umidade residual de lajes de contrapiso, com adicional de 30%, para recortes e sobreposição;

  • Fita adesiva plástica para colar recobrindo a sobreposição do filme.

  • Silicone para vedação nas portas de ambientes de área molhada (cozinha, banheiros);

  • Procedimentos de Instalação
  • O Piso Laminado Triângulo é um “piso flutuante”, instalado sobre manta de polietileno, e com encaixes “click”, sem cola. O serviço inicia com a preparação do local:
  • - Corte de portas e batentes, caso necessário. O corte das portas deve considerar a espessura do piso + espessura da manta + altura do perfil da junta de dilatação, deixando a livre movimentação da porta.

    - Cobrindo toda a área é estendido o filme plástico, quando necessário, e a manta de polietileno. O plástico é desenrolado sobre o contrapiso em faixas sucessivas, lado a lado, com uma sobreposição de 20 cm de uma faixa para outra e colada com fita adesiva plástica. Subir 3 a 4 cm na parede onde será coberta pelo rodapé. A manta de polietileno é estendida por cima, cobrindo toda a superfície.


  • Após a preparação é executada a instalação do piso e, a seguir, a finalização da obra com a colocação de rodapés, perfis de dilatação nas portas e outros acessórios necessários.

  • Nas portas de banheiros, cozinha e outras áreas sujeitas a serem molhadas é necessária a aplicação de silicone nos acessórios (perfis de dilatação e transição) para impedir a passagem de água, atingindo o piso.Finalmente deve ser feita a limpeza geral de acordo com as instruções de limpeza e manutenção.

  • O que você precisa saber sobre Pisos Laminados :
    Pisos Estruturados de Madeira  Pisos Laminados  Pisos Vinílicos LVT  Arquitetos  Certificações  Piso Estruturado de Madeira Copaiba Sahara  Piso Estruturado de Madeira Cumarú  Pisos Vinílicos LVT Casablanca Vintage  Piso vinílico Treviso  Piso laminado Carvalho Douro  Guia de Compras
    CANAIS
    • Facebook Triângulo Pisos e Painéis Ltda
    • Twitter Triângulo Pisos e Painéis Ltda
    • PageRank Checker