Triângulo Pisos de Madeira - Inglês Triângulo Pisos de Madeira - Espanhol

Pisos de Madeira, Pisos Laminados, Pisos Vinílicos LVT

Central de Vendas (Todo o Brasil) : 0800 605-5113
Vendas em Curitiba PR : (41) 2106-5198 | Mais Cidades
Pisos de Madeira

Como instalar Pisos de Madeira


INSTALAÇÃO

ORIENTAÇÕES PARA INSTALAÇÃO DOS PISOS DE MADEIRA TRIÂNGULO


Recomendações e Responsabilidades
  • Os serviços de colocação devem ser confiados a profissionais instaladores de pisos com experiência, os quais devem ler e adotar as orientações desse guia, uma vez que elas definem as responsabilidades pela execução bem sucedida da obra.

  • Cabem ao instalador e ao comprador observar, antes do início do trabalho, os seguintes requisitos:

  • A responsabilidade pela inspeção final de qualidade do produto é exclusiva do instalador/comprador, a qual deve ser executada antes de iniciar a colocação do piso, obedecendo a critérios seletivos razoáveis, ou seja, bom senso. Os pisos Triângulo são produzidos com as mais modernas máquinas, obedecendo a padrões internacionais e rigoroso controle de qualidade. Sendo um material natural podem, no entanto, ocorrer defeitos não detectados, admitindo-se até 5% de peças com imperfeições, baseado na Ordem de Compra original. Não devem ser instaladas peças nessa condição e o vendedor deve ser contatado.

  • Pisos de madeira comportam os diversos sistemas de instalação:

  • Sistema de Instalação Linha de Pisos
    Colado com adesivo PU Linhas 1 e 2
    Flutuante (sobre manta) Linha 2
    Colado com cola de contato e manta E.V.A. Não recomendado

  • Um adicional de 10% à área a ser instalada é necessário para cobrir as perdas com os recortes e para eventuais futuras substituições de peças danificadas por acidentes. No caso de sobras, é recomendável que o comprador guarde o material em local seco e protegido.

  • As embalagens dos pisos contêm peças inteiras (maior comprimento) e peças menores que são frações da maior dimensão. Cabe ao instalador a distribuição harmoniosa, evitando a concentração de peças menores em partes do ambiente.

  • Providências e Vistorias Antes de Instalar
  • Os serviços de colocação dos Pisos Estruturados de Madeira Triângulo devem ser iniciados somente após cuidadosa observação do ambiente e o planejamento da execução.


  • Tipos de contrapiso e suas condições:
    Tipo Condições
    Cimentado Regularizado e nivelado, firme sem areia solta ou quebradiço. Isento de infiltrações de água/umidade.
    Cerâmicas: porcelanatos e lajotas Regularizados e nivelados, sem peças quebradas ou soltas. Isentos de infiltrações de água/umidade.
    Mármores e granitos polidos Mesmas condições das cerâmicas
    Marmorite e granilite polidos Mesmas condições das cerâmicas
    Pisos de madeira Regulares e nivelados. A madeira deve estar seca e livre de cupins e infiltrações de água/umidade. Não deve ser instalado sobre pisos de madeira em pavimentos térreos.
    Carpetes e forrações Não recomendável. Devem ser retirados
    Observação: Cada situação deve ser avaliada tecnicamente. Em caso de instalação sobre outros materiais ou de dúvidas, consultar a Triângulo.

    Preparação do Contrapiso

    A boa instalação depende da qualidade da base de assentamento.

  • O contrapiso deve ser firme, plano, sem depressões ou saliências para que o piso não se movimente quando submetido à cargas, principalmente ao tráfego, cuja percepção além de desagradável pode produzir ruídos (rangido) e comprometer a colagem;

  • Detritos e poeira não combinam com a boa instalação e reduzem a eficiência da colagem. Limpar toda a área com vassoura e/ou aspirador de pó;

  • Não é tolerada a presença de umidade, seja de lajes não totalmente secas ou de umidade que infiltra a partir do solo ou instalações deficientes.

  • Sobre Cimentado ou Concreto

  • Este tipo de contrapiso é sujeito à umidade, de forma especial em pavimentos térreos, onde ocorre a infiltração ascendente do solo. A verificação de existência de umidade pode ser feita pelo método do plástico colado sobre o contrapiso por 24 horas ou com equipamento de medida de umidade em concreto. O máximo admitido é 4%. Caso necessário deve ser feita a impermeabilização;

  • As lajes de concreto devem ter no mínimo 90 dias de secagem.

  • É comum que a laje de concreto seja revestida com uma camada de cimento de acabamento. Esta deve ser analisada quanto a:
  • Resistência: com uma haste de metal o cimento é riscado em diversos lugares do ambiente. Se esfarelar, desprendendo areia, não tem consistência para receber a colagem do piso, necessitando correção;
  • Aderência à laje de concreto: a camada de acabamento pode não ter aderido ao concreto. Para testar basta bater na superfície com um pedaço de madeira. Se o som for oco, a camada deve ser refeita, pois irá desprender quando o piso for colado

  • A regularidade e nivelamento do contrapiso são conferidos com uma régua de alumínio. Saliências ou depressões com mais de 3 mm por metro de extensão, carecem de correção.
  • Se a reprovação nos testes indicar a necessidade, a correção é feita:

  • Com impermeabilização no caso de umidade;

  • Com aplicação de massa forte de cimento para formar uma camada resistente ou para regularização.

  • Em obras novas são comuns saliências ou ressaltos de cimento mal regularizado. Ocorrem principalmente junto às paredes e devem ser removidas com auxílio de formão/talhadeira.

  • Sobre Cerâmicas, Mármores, Granitos, Marmorite, Granilite

  • Peças soltas, quebradas ou faltantes: fixar e preencher eventuais cavidades;

  • Umidade: em pavimentos térreos, principalmente, verificar sinais de umidade através das juntas/rejunte. Pode ser usado o método do plástico colado.

  • Antes da aplicação da cola, é necessária a remoção de gorduras ou ceras da superfície. Caso de materiais polidos, muito lisos, é recomendado um tratamento, deixando-os mais ásperos para facilitar a aderência da cola.

  • A colagem sobre esses materiais é feita com adesivos específicos. A Triângulo deverá ser consultada para indicação.

  • Sobre Pisos de Madeira:

  • Taco e parquet: colar peças soltas e retirar peças apodrecidas preenchendo os espaços. Se houver cupins, providenciar a dedetização com empresa especializada. Para facilitar a dilatação e ventilação, fazer cortes com serra circular a cada 50 cm;

  • Assoalho de madeira ou tábua corrida: quando fixadas diretamente sobre o contrapiso fazer cortes a cada 50 cm para dilatação e ventilação. No caso de existência de cupins, dedetizar com empresa especializada;

  • Carpete de madeira: caso esteja instalado flutuante, sobre manta, deve ser retirado. Se estiver colado, firme, sem apodrecimentos ou sinais de umidade realizar o mesmo procedimento de cortes para dilatação e ventilação;

  • Em pavimentos térreos o piso de madeira deve ser retirado.
  • Antes da aplicação da cola, remover gorduras e ceras da superfície.

    Procedimentos de Instalação
  • No ambiente cujo contrapiso foi preparado, o serviço é iniciado pelo corte dos batentes das portas, de forma que o piso possa ser encaixado sob eles e garantindo o espaço livre para dilatação em relação à parede de 12 mm;

  • Junto a todas as paredes é necessário o espaço para expansão/contração (“trabalho da madeira”) de 12 mm. É recomendado o uso de espaçadores (cunhas de madeira);

  • Abrir caixas de pisos (2 ou 3) para verificar as frações existentes e planejar a sua distribuição;

  • Como a madeira tem grande variedade de tonalidades, planejar também sua distribuição aleatória, evitando concentrações do mesmo tom em uma mesma parte do ambiente;

  • Aplicar o adesivo adequado numa área que permita a colocação do piso dentro do tempo de “pega” (ver instruções do fabricante);

  • Iniciar a instalação pela maior parede do ambiente;

  • Utilizando cunhas de madeira e fita adesiva, manter o piso imóvel até a secagem da cola;

  • Executar a instalação imediatamente após a abertura das caixas. Antes de interromper a instalação, à noite, por exemplo, concluir a colocação das peças de caixas já abertas;

  • Uma vez revestido todo o ambiente, retirar fitas e cunhas e instalar o rodapé, fixando-o na parede;

  • Uma limpeza geral e detalhada deve ser feita, eliminando resíduos e removendo excessos de cola que aparecem na superfície do piso.

  • O que você precisa saber sobre Pisos de Madeira :
    Pisos Estruturados de Madeira  Pisos Laminados  Pisos Vinílicos LVT  Arquitetos  Certificações  Piso Estruturado de Madeira Copaiba Sahara  Piso Estruturado de Madeira Cumarú  Pisos Vinílicos LVT Casablanca Vintage  Piso vinílico Treviso  Piso laminado Carvalho Douro  Guia de Compras
    CANAIS
    • Facebook Triângulo Pisos e Painéis Ltda
    • Twitter Triângulo Pisos e Painéis Ltda
    • PageRank Checker